13/01/2021 às 17h13 |

A nova secretária da Sedur de Camaçari destaca que vai trabalhar priorizando o coletivo

 

Após ser coordenadora de contratos e compras da pasta da Saúde e Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes) de Camaçari, Andréa Montenegro foi escalada pelo prefeito Elinaldo Araújo para assumir um novo desafio, a pasta de Desenvolvimento Urbano. A gestora pretende priorizar o coletivo, sem esquecer do social.

Para a secretária, o convite do prefeito para mudar de pasta é desafiador. “Eu digo que é o reconhecimento por todo trabalho que venho fazendo na gestão. Estar à frente de uma secretaria que planeja a cidade, é um desafio, mas estou encarando com muita naturalidade, porque como já venho de um trabalho no social, eu já conheço o território de Camaçari, e ao mesmo tempo entendo que temos muito a fazer, mas continuo mantendo minha linha de uma gestão forte e vamos precisar muito dessa questão da estrutura, não perdendo minha marca de acolhimento humano e atenção”, destacou.

Há menos de um mês a frente da Sedur, Andréa Montenegro pontua que nesse momento está conhecendo a pasta. “Estou aguardando um relatório dos servidores efetivos, para que possa dar início ao planejamento de trabalho”, no entanto ressalta que está ciente do trabalho realizado pela secretaria no combate a proliferação da Covid-19, através da força tarefa, que fiscaliza e atua para evitar as aglomerações na cidade.

Na oportunidade o Portal pontuou denúncias que o site recebe em relação a poluição sonora nos finais de semana, que na maioria das vezes é acompanhada de aglomeração. “Vivenciamos uma pandemia e precisamos cada dia mais conscientizar a população dos riscos e por isso logo que assumi procurei criar o Instagram da Sedur para potencializar essa questão educativa, estamos criando a ouvidoria também e tenho dialogado com os servidores que estão à frente da fiscalização, estou marcando com os comandantes das policias da sede e costa, com o superintendente da STT, para que em conjunto a gente possa estar apresentando ao prefeito uma estruturação que venha ampliar esses serviços, dentro da situação que estamos vivenciando, como medida para que a gente possa está fortalecendo”, disse Andréa Montenegro.

Uma outra questão pontuada pelo site, a partir da reclamação da população, foi em relação a ocupação desordenada dos passeios por vendedores ambulantes, que colocam barracas e impedem a passagem dos pedestres, bem como mesas e cadeiras de bares. A secretária pontuou que a lei deve valer para todos. “Quem me conhece sabe que precisamos agir de uma forma técnica, mas não podemos fechar os olhos para aquelas pessoas que precisam trabalhar, é algo que será analisado com a equipe técnica, mas também com a equipe de governo, para que a gente possa buscar o melhor ordenamento do solo, mas as interferências que acontecerem devem ser de conhecimento do prefeito e da procuradoria do município. Falta de ordenamento gera sérios problemas, mas temos que pensar no contexto da população, entre o direito individual e o coletivo, devemos primar pelo coletivo sem deixar de olhar para as pessoas.

Sobre os crimes ambientais, principalmente contra as dunas de Jauá e Vila de Abrantes, onde o debate sobre o tema estacionou, Andreia disse que vai trabalhar com a política educacional. “Vamos produzir vídeos educativos, potencializando nas escolas a sua divulgação, mas essas questões que vem ocorrendo vão ter um olhar da gestão com resolutividade. Já tenho uma reunião marcada com a secretária da Sesp, Arlene, para que possamos unir forças, para que seja resolvida essa questão que também é de segurança e envolve vários setores. Precisamos enfrentar primeiro conscientizando, mas onde tiver de fato ocorrendo crime, que de fato seja encaminhado a competência para que a pessoa venha a ser punida”.

Para finalizar a secretária Andreia falou sobre o papel da imprensa e como será sua linha de trabalho. “A imprensa tem um papel muito importante na gestão. A frente do social a imprensa criticou quando tinha que criticar e elogiou quando tinha que elogiar, e nós como gestores temos que estar aí no dia a dia. Tive sucesso na pasta porque estava no meio do povo, de fazer questão de conhecer a parte territorial, como também conhecer o povo e não vai ser diferente na Sedur. Continuarei com meu gabinete de rua, em uma versão diferenciada sem deixar de olhar as questões sociais, porque eu digo que se intercala, mas quero conscientizar a todos que tem ações que são de governo, que a gente precisa estar no meio do povo e ver sua demanda, que a gente precisa cuidar da cidade com uma grande equipe, e nós temos essa equipe”, finalizou.

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Camaçari