Publicado em 30/05/2019 às 08h35 | |

‘’Gastronomia é uma forma de amar’; diz o confeiteiro Edvan Soares.

Morador de Abrantes, ele atua no mercado há sete anos.

Foto: Arquivo Pessoal

 Foto: Arquivo Pessoal

“Uma arte em forma de sabor, onde um prato se torna uma tela em Branco colorida com um toque de amor”, é dessa forma que o confeiteiro Edvan Soares, de 30 anos, morador de Vila de Abrantes, define a gastronomia.  Há sete anos no mercado, passando por cozinheiro e confeiteiro, para ele a gastronomia também é uma forma de amar.

Quando você descobriu que tinha vocação para a gastronomia?

Sou o mais velho de 4 irmãos,  e tinha por volta de 16 anos quando meus pais iam trabalhar e eu tinha que tomar conta deles. Eu delegava as tarefas de cada um deles: forrar as camas, lavar os pratos, varrer a casa, e eu ficava com a incumbência de esquentar a refeição que minha mãe já havia feito no dia anterior. Mais um dia sem o consentimento dos meus pais resolvi fazer um feijão, deixei no fogo  e fui brincar de bola na frente de casa,  horas depois vi uma fumaça preta saindo da porta da cozinha, era o feijão que já estava queimando,  a parede pegou fogo ( era barraco de madeira) foi tenso.  Conclusão: coloquei fogo na cozinha kkk ,  apanhei quando meus pais chegaram do trabalho. Mas mesmo com tudo isso eu descobri que ardia dentro de mim um desejo pela gastronomia.

Quanto começou a atuar no mercado gastronômico?

Fiquei durante 7 anos trabalhando como cozinheiro no Restaurante Sentollas, na orla de Salvador. Foi minha primeira experiência profissional, uma experiência ímpar, essencial para o meu desenvolvimento e descoberta dos meus talentos gastronômicos.

O que é mais desafiador nessa profissão?

Aguentar longas horas em pé com um trabalho por vezes repetitivo, pense em cortar quilos de cebola, salsão e cenoura em quadrados de um milímetro,  é a maior provação física. Cuidar do mise em place, que é a preparação do dia. Mas como todo trabalho,  a prática leva à perfeição, descascar, picar, filetar e desossar ficam cada vez mais rápido e mais preciso.

Você concluiu o curso de confeiteiro em março desse ano, e está finalizando o de panificação. Pretende fazer graduação em gastronomia?

Sim. Mas também está nos meus planos de fazer um curso de cake design (desenhista de bolos) bolos esculpidos detalhadamente.

Está atuando de que forma no momento?

No momento estou trabalhando com encomendas (71 98257-1386), de tortas finas, bolos decorados, doces finos e salgados. Também sou professor voluntário de flauta doce, na Creche Comunitária Esperança da Estiva, que é outra profissão. Além de ajudar na cozinha dando dicas de como aproveitar melhor os alimentos.

 

 

 

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Gastronomia

Refeições leves para o verão

Refeições refrescantes

Refeições leves para o verão