Publicado em 06/04/2020 às 20h27 | |

Presidente Jair Bolsonaro estuda demitir Ministro da Saúde

 

Um ato oficial de exoneração do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta estaria sendo organizado para esta segunda-feira (06/04), após o presidente Jair Bolsonaro decidir demitir o gestor. Em meio à crise do novo coronavírus no Brasil, a informação da demissão foi confirmada ao Globo por dois auxiliares da presidência.

Em uma reunião com outros ministros e na presença de Mandetta, realizada no Palácio do Planalto, a decisão teria sido tomada e possivelmente será publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União.

A relação entre os dois começou a desandar quando o presidente passou a criticar a forma de Mandetta enfrentar a pandemia de Covid 19, sendo que uma das principais orientações do Ministro é que as pessoas fizessem isolamento social ficando em casa. Já Bolsonaro por diversas vezes se colocou contra essa medida, dizendo que apenas os idosos, que são do grupo de risco, deveriam permanecer em quarentena.

Em um dos pronunciamentos do presidente no último final de semana ele chegou a dizer, sem citar nomes, que demitiria pessoas do governo que “de repente viraram estrelas e falam pelos cotovelos”. Já Mandetta deixa claro que apesar do mal estar, só sairia do ministério por vontade do presidente.

Em uma entrevista ao Jornal da Band, no dia 02 de abril, Bolsonaro assumiu que ele e Mandetta estavam “se bicando”, mas que não demitiria ele “no meio da guerra”.

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Brasil